Por que ser uma Marca Empregadora?

As empresas almejam ser o lugar onde todos querem entrar e ninguém quer sair. Mas para isso, precisam trabalhar o Employer Branding.


Tão desafiador para empresa quanto ter bons clientes é ter bons funcionários, aqueles com alto nível de engajamento e de comprometimento, com boas habilidades e que ainda colaboram para um bom clima organizacional - os profissionais de Recursos Humanos sabem bem disso!


Isso porque tanto os bons clientes quanto os bons funcionários afetam diretamente os negócios da empresa, afinal, uma organização não é feita de paredes, mesas e cadeiras, o que entregamos para esses nossos bons clientes são soluções bem pensadas e bem executadas pelos nossos bons profissionais.


A sua empresa é um lugar onde as pessoas desejam trabalhar?

Como está o seu turnover?

O que faz as pessoas deixarem a sua empresa?

E as que ficam, por que ficam?


O segredo da retenção e da atração de talentos


Uma pesquisa recente feita pelo LoveMondays, com cerca de 4.500 usuários, descobriu que o principal motivo que leva 29.6% dos entrevistados a querer mudar de emprego é desejar um trabalho mais conectado com o seu propósito de vida.


Sobre querer continuar no emprego atual, o mesmo motivo aparece em segundo lugar: 18.5% dizem estar felizes onde estão pela conexão que existe entre a corporação e seus valores.


Veja o ranking completo da pesquisa.


Esse resultado nos diz algo muito importante: nós não somos mais como os nossos pais, que buscavam emprego apenas para pagar as contas. A nossa geração vai muito além, ela enxerga e analisa os valores da empresa e toma decisões a partir do que percebe.


Mas, o que o Employer Branding tem a ver com isso?


Muitas vezes a empresa tem valores e propósitos bem definidos, mas está tudo só no papel. Ou então, até coloca uma coisa ou outra em prática, mas não consegue mudar a percepção de ninguém.


Um trabalho bem feito de Employer Branding fortifica o DNA da empresa e faz com que os valores e propósitos se fixem, mais claramente, na mente dos colaboradores.


Ser uma marca empregadora é ser um combustível para profissionais mais felizes e engajados. Um dos componentes principais desse combustível é a comunicação.

Quais empresas podem se tornar uma Marca Empregadora?


Todas as empresas, desde pequenos negócios até multinacionais, com um quadro de dez ou dez mil colaboradores. A regra é simples: o negócio vai bem quando as pessoas que o fazem vão bem.


Se você é uma startup, construa sua marca já norteada pelo Employer Branding e pelo Employee Experience. Acredite: suas chances de prosperar serão muito maiores.


O tempo é hoje, a hora é agora.


Mais do que nunca, precisamos olhar para os profissionais das nossas empresas, fazer uma análise séria do cenário atual, aplicar pesquisas de clima organizacional e traçar planos de ação consistentes em cima dos resultados. Nós precisamos desenhar as organizações para as pessoas que fazem com elas existam - e não apenas para os clientes.


Isso não é mais uma tendência, é uma realidade, e não encará-la pode custar caro aos seus negócios. Que tal começar?


#EmployerBranding #MarcaEmpregadora #ComunicacaoCorporativa #EmployeeExperience #RecursosHumanos #Startup


Acha que alguém mais pode se interessar por este tema? Compartilhe no LinkedIn.

© 2020 Bemd Comunicação.

  • Ícone cinza LinkedIn
  • Grey Instagram Ícone